Se você leu o livro e sentiu falta de alguma pergunta que não foi respondida, coloque ela aqui que responderemos e integraremos, no futuro, em novas edições do livro.



19 de Dezembro 2010

erica simone

P: ola,sou apaixonada por cinema e faço faculdade da mesma na UFPE.nao sei se ja perguntaram a vocrs antes,mas como faço pra conseguir autorizaçao pra fazer um filme baseado na estoria de um livro?

R: Você precisa procurar o autor ou a editora do livro e consultar o custo para os direitos de adaptação. A partir disso você negociará com eles e assinará um contrato em que terá a cessão dos direitos por um prazo determinado.


03 de Outubro 2010

Lucia Medeiros

P: Prezada Marta e Ana, devorei o livro que vocês fizeram na primeira semana que tive acesso a ele. Sou uma produtora em início de carreira e aqui em Curitiba não há muito acesso a informações sobre o que quero fazer, então, esse livro foi um grande achado para mim. A pergunta que gostaria que fosse respondida nas próximas edições não é exatamente uma pergunta, mas sim um tema que me intriga. Vejo muitos realizadores passando a dar aulas nas novas escolas de cinema e percebo que há uma queda no volume de produção dessas pessoas ao se voltarem para a vida acadêmica. Então, o tema que gostaria de ver abordado seria atuação profissional X vida acadêmica. Será que existe uma incompatibilidade entre elas? Será que um salário fixo no final do mês deixa os realizadores mais acomodados? Ou será que os alunos consomem tanta energia que sobra pouco para o trabalho autoral? Agradeço essa oportunidade de colaborar para novas edições e, mais uma vez, enfatizo a importância desse livro para minha carreira profissional. Um forte abraço, Lucia

R: Lucia, esse é um tema delicado e, de fato, bastante intrigante. Valeria um livro ou uma tese por si só. Vamos pensar a respeito e, quem sabe, incluir numa futura nova edição do livro. E que bom que o livro lhe acrescentou informações novas! Isso é o que dá sentido a uma idéia como essa. Abração pra vc também e mantenha contato! marta